EDITORIAS

ASSINE

ANUNCIE

ESPORTES

Chapecoense é campeã catarinense pela 7ª vez

Com gol de Anselmo Ramon, aos 24 minutos do segundo tempo, a Chapecoense conquistou o Campeonato Catarinense 2020

André Schroeder(by Pilo)
Foto: Divulgação/ACF

Timbó -O último ato do Campeonato Catarinense de 2020 foi com todos os elementos indispensáveis a uma final de competição. Entre os principais, a incontestável emoção da história escrita por um time desacreditado por muitos e que nem na mais otimista das projeções estaria disputando a partida decisiva - quem dirá, ficando com o título. Mas a Chapecoense, mais uma vez, provou porque o futebol é tão apaixonante e porque é o time do surpreendente. Depois de se classificar para os playoffs do estadual aos 45 do segundo tempo, o clube iniciou a sua escalada e, de forma heroica, deixou os adversários e as adversidades pelo caminho para chegar, pelo quinto ano consecutivo, à grande final. E, como quem entende muito sobre a resiliência e sabe a importância de não desperdiçar as segundas chances recebidas pela vida, o time de verde e branco escreveu, mais uma vez, uma página heroica da sua história e comprovou que avança a passos firmes no caminho da retomada da sua essência e, principalmente, da reconstrução. Com a união de forças, dentro e fora de campo, e com a completa sinergia entre atletas, comissão técnica, colaboradores, diretoria e torcida, o Verdão chegou ao Heptacampeonato Catarinense.

A partida:

Depois de vencer o jogo de ida, na Arena Condá, pelo placar de 2 a 0, a Chapecoense entrou em campo com a vantagem e podendo perder por um gol de diferença e, mesmo assim, se sagrar campeã. Apesar disso, a equipe alviverde não se intimidou, fazendo uma partida consistente em todos os setores e promovendo um primeiro tempo de muito equilíbrio e placar fechado no Augusto Bauer.

Na etapa complementar, o Verdão - que já garantia o título com o empate parcial - voltou à campo disposto a liquidar a partida. Depois de muita pressão do time alviverde e de Willian Oliveira carimbando a trave de Zé Carlos, Anselmo Ramon, na pequena área, mandou para o fundo do gol, determinando a vitória por 1 a 0 e coroando o título alviverde.

Após a partida, o técnico Umberto Louzer - um dos grandes responsáveis pela conquista - falou sobre os méritos do título. "Representa muito para todos nós que estamos na Chape e representa para o clube, principalmente. Pegamos o time em último lugar, mérito dos atletas que acreditaram na nossa ideia, no nosso trabalho. Gradativamente eles foram resgatando a confiança e fomos coroados hoje com essa conquista. Então parabenizo os atletas, a comissão, o staff, o clube, todas as pessoas envolvidas, mas o protagonismo é dos atletas e dos nossos torcedores, que não puderam acompanhar, mas de onde estavam mandaram a sua energia. Valorizar esse grupo que me abraçou, a gente tem uma sinergia muito boa, e vamos continuar trabalhando para continuar evoluindo. Mas hoje vamos celebrar, porque esse título foi uma coroação de todos os momentos difíceis que eles passaram".



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png