EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

JETER REINERT SOBRINHO - ANALISANDO .jpg
Analisando
Por Jeter Reinert Sobrinho

GOLDEN SHARE

07 Dezembro 2018 15:37:02


Eduardo Bolsonaro, deputado e filho do presidente, em entrevista à uma Rádio da Colômbia disse que o futuro governo poderá privatizar, inclusive, estatais consideradas estratégicas.

Segundo ele poderá ser adotada a "Golden Share", que permite à união manter ações em participação minoritária com poder de veto sobre determinadas operações estratégicas da companhia. Exemplo recente é a EMBRAER, que ao ser privatizada no século passado, teve adotada essa modalidade.

Segundo o deputado afirmou em entrevista à Rádio Red da Colômbia, "muitas empresas públicas criadas nos governos petistas foram feitas simplesmente para esquemas de corrupção".

Algumas serão simplesmente fechadas, já que não interessam ao setor privado e só servem de cabide de emprego, esquemas de desvio de dinheiro público e formação de caixa dois para partidos.

BRASIL E O MUNDO

O Brasil, com suas 418 empresas estatais e que consumiram 40 bilhões de reais de dinheiro do contribuinte nos últimos 2 anos, vira um "case" no mundo quando comparado com outros países. A Suíça, por exemplo, tem 4 estatais, Austrália e Japão 8; Bélgica 12; EUA e Reino Unido 16; Dinamarca 21 e Chile 25.

País deveria deixar de atuar no varejo bancário, de vender combustíveis em rede de postos de abastecimentos, entregar cartas e outras atividades, e repassá-las ao setor privado. Ficando com mais tempo e recursos para cuidar da Infraestrutura, Saúde, Educação e Segurança. Setores absolutamente negligenciados há tempo pelo Estado, numa prestação de serviço de péssima qualidade.

CAMPANHA FRANCISCANA

Ministro Luiz Roberto Barroso, do TSE, no voto em que aprovou com ressalvas as contas da campanha de Jair Bolsonaro, chamou a atenção aos gastos da campanha vitoriosa à Presidência da República, na ordem de 4,3 milhões de reais. Disse o magistrado que o valor demonstra que é possível fazer campanha eleitoral no Brasil gastando pouco, em contraponto aos milhões investidos em campanhas passadas, e mesmo na atual, por determinados partidos.

Valor empregado por Bolsonaro na campanha chama a atenção principalmente se comparado, segundo Antônio Palocci afirmou em delação, aos 1,4 bilhão de reais que o PT gastou para eleger Dilma em 2010 e 2014, grande parte oriundo de propina e caixa dois, segundo o ex-petista.

LULA E A MÍDIA GOLPISTA

Na carta que enviou ao PT, lida no encontro da executiva nacional do partido no último final de semana, Lula culpa setores do Judiciário e da "mídia golpista" pela derrota petista nas eleições presidenciais.

Parece que a TV que Lula assistiu e jornal que leu na prisão durante a campanha não foi o mesmo que circulou e foi transmitido Brasil a fora.

O que se viu foi um massacre da chamada "grande mídia" à Jair Bolsonaro. Colunistas e conteúdos jornalísticos eram quase unânimes em críticas ao candidato do PSL. Pautas de telejornais foram visivelmente manipuladas visando desfavorecê-lo.

Ou Lula não consegue mais interpretar o que lê e vê ou subestima a inteligência do brasileiro querendo arrumar um "bode expiatório" para a derrota do seu "poste" e do partido.




jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png