EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

JETER REINERT SOBRINHO - ANALISANDO .jpg
Analisando
Por Jeter Reinert Sobrinho

PAU QUE BATE EM CHICO...

06 Julho 2018 10:11:30


Ministro Dias Tófoli, o mesmo que concedeu Habeas Corpus "ad officium" a José Dirceu, condenado a mais de 30 anos por corrupção, negou liberdade a um morador de rua e alcoólatra condenado por furto de uma bermuda de dez reais, devolvida à loja de onde foi retirada.

Defensoria Pública da União, que atende ao acusado, pedia a aplicação do princípio da insignificância, porém sem sucesso.

Pesou na decisão de Tófoli no HC 143921 o fato de haver mais de uma condenação definitiva por crimes da mesma natureza.

Dirceu também tem mais de uma condenação em seu histórico!

...NÃO BATE EM FRANCISCO

Procurador da Lava-Jato Deltan Dalanhol publicou em seu twiter que o ministro Gilmar Mendes parece beber da mesma fonte que Tófoli.

Segundo o promotor "há algumas semanas Gilmar Mendes tomou duas decisões bem diferentes em relação a esse tipo de caso: admitiu o HC "canguru" em favor dos réus da Lava-Jato, acusados de crimes milionários, mas negou para Valdemiro, cego, HIV positivo e acusado de roubar R$ 140,00".

BRASIL VAI PARA OS TRILHOS?

Greve dos caminhoneiros, em seu rastro deletério para a economia, parece ter deixado algo de positivo.

Governo estuda intensificar programa de ampliação da malha ferroviária do país, visando tirar o Brasil da dependência do modal rodoviário.

Atualmente com 128.000 quilômetros, porém com metade ociosa e obsoleta, o transporte ferroviário no país representa algo em torno de 16% do total transportado.

Governo quer em 7 anos passar esse percentual para 31%, ou quase dobrar o número atual.

Seriam necessários investimentos de 100 bilhões de reais para o projeto.

Iniciativa privada ao redor do mundo por certo teria interesse em investimentos no setor.

Resta ao Governo competência para, pelo menos, intensificar programa de concessão e chamar o capital privado para realizar aquilo que não consegue.

STF DO JAIR

Se vier a ser presidente da República e conseguir colocar em prática o que falou nessa semana em aumentar para 21 o número de ministros do STF, Jair Bolsonaro terá, no curso de seu hipotético governo, indicado mais da metade dos membros da Suprema Corte.

Nos próximos anos acontecerá a aposentadoria compulsória de Celso de Melo, indicado por José Sarney e Marco Aurélio de Mello, indicado por Collor.

AGORA VAMOS AO SÍTIO?

Ainda tentando se livrar da cana que lhe rendeu a sentença no processo do tríplex do Guarujá, Lula em breve terá que começar a se debater contra outra que, pelo que se apresenta, virá em condenação, agora no caso dos-ítio de Atibaia.

Após a oitiva de Dilma Rousseff e do cantor Gilberto Gil, arrolados pela defesa, restará ouvir o acusado em audiência já marcada para 11 de setembro e abrir prazo às partes para as alegações finais para Sergio Moro poder finalmente prolatar a sentença.

Expectativa é de que ela seja publicada próxima do pleito de outubro.



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png