EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

JETER REINERT SOBRINHO - ANALISANDO .jpg
Analisando
Por Jeter Reinert Sobrinho

PAUTA REVERSA

05 Junho 2018 14:25:00


Inversão de pauta, ou seja, aquilo que era inerente ao custo relativo à atividade do transporte, virou pauta política, com pedido de intervenção militar.

Num ambiente sem lideranças e pauta difusa, governo que já atendeu a praticamente todas as reinvindicações dos caminhoneiros, ficou sem ação e sem saber com quem conversar.

Ambiente foi ainda mais tumultuado pelas chamadas "falk News" e pelo "empoderamento" dos caminhoneiros em função do apoio popular às suas reivindicações. Trouxe ainda mais incerteza o poder de mobilização pela internet, notadamente através de grupos de watts, que foram e são difusores de notícias de qualquer espécie, sem controle ético e muitas vezes sem compromisso com a verdade.

GOVERNO FRACO

Quadro ficou ainda mais complicado pela fragilidade política e nenhum apoio popular do governo Michel Temer.

Nada do que diz ou faz tem apoio da massa e acaba ficando refém dos acontecimentos e sem ação em suas próprias forças de segurança.

Sempre faltou-lhe a legitimidade das urnas, que poderia ter sido compensada por conquistas sociais e econômicas, mas que só se agravaram a partir do envolvimento de ministros e do próprio presidente em denúncias de corrupção.

Desde maio do ano passado, com o advento dos fatos da delação de executivos da JBS, a pauta do Governo tem sido manter-se no poder, com negociações nem sempre aprováveis com o Congresso.

As reformas, que queriam fosse a marca da passagem de Temer pela Presidência, ficaram no acostamento, enquanto problemas estruturais da economia vão se agravando pelo alto déficit público e tornando o país sempre muito vulnerável às oscilações das variáveis externas.

RÉU PODE SER PRESIDENTE?

TSE decidiu não decidir e fica em aberto possibilidade ou não de réu no STF ser candidato à Presidência da República.

Em análise a uma consulta de um deputado do DEM, ministros decidiram de que não iriam antecipar posicionamento, que poderá ser objeto de discussão posterior.

No passado o STF decidiu que réu em seu âmbito não pode estar na linha sucessória, quando tirou dessa condição o então presidente do Senado Renan Calheiros, que se enquadrava nesse contexto.

Jair Bolsonaro, que responde por incitação ao estupro por ter dito que "não estupraria Maria do Rosário por ser muito feia" e Lula, réu em uma penca de processos, este além de enquadrado na Lei da Ficha Limpa, são dois casos.

LIMPEZA CONTINUA

Sobrinhos do líder do PTB Jovahir Arantes foram presos no âmbito da operação Registro Espúrio. Um era secretário executivo do Ministério do Trabalho e outro diretor de Orçamento do INCRA, com influência direta no Ministério.

Léo Arantes, um deles, já foi alvo de denúncias de irregularidades em contratos de informática do Ministério do Trabalho e comanda o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Nojeira parece não ter fim! Como dizia o refrão da música de campanha de Jânio Quadros à Presidência: "Varre, varre, varre vassourinha...."





jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png