EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

Evandro.JPG
Bastidores
Por Evandro Loes

A postagem do presidente

08 Março 2019 13:33:00

Evandro Loes / JMV

TIMBÓ - Sinceramente, não vi qualquer justificativa para o estardalhaço que estão fazendo na mídia e redes sociais diante da publicação de um vídeo sobre o Carnaval, efetuado na conta pessoal do presidente Jair Bolsonaro. O vídeo, para começar, foi feito com base em uma paisagem real e a publicação feita em tom crítico. Ou seja, o presidente deixou claro que não aprova esse tipo de Carnaval. Eu também não aprovo. 

Mas minha opinião pouco importa. O que importa é que o presidente da República, como líder da Nação, tem, sim, o direito de manifestar livremente suas opiniões e mostrar ao povo postura que não aprova, como foi o caso. Bolsonaro escolheu este método e recebeu o aval do povo nas urnas.

Quanto aos investimentos públicos no Carnaval, é um direito dos atuais mandatários - presidente, governadores e prefeitos, estabeleceram as prioridades de seus mandatos. Para isso foram eleitos pelo voto direto, seguindo a Constituição Federal vigente. Acredito que o Carnaval traz algumas divisas, mas não sei se compensa os dias parados na produção nacional. Tenho minhas dúvidas. No entanto, deixando esta questão de lado, vale lembrar que o Carnaval não deveria depender do poder público. Temos que privatizar o Carnaval.

Lembro um fato histórico aqui em Santa Catarina, nos idos tempos de 1950, quando Celso Ramos era o governador do estado. O jornalista José Reinoldo Rosenbrock sempre conta esta história, que é verdadeira. Na ocasião, o estado, sem recursos para obras, Saúde e Educação, cortou as verbas para o Carnaval, sob protestos dos foliões. Celso Ramos, ao ser entrevistado por uma rádio sobre o corte, respondeu categoricamente: "brinca quem pode". A frase acabou se tornando um bloco de Carnaval. A decisão do governador não acabou com o Carnaval da época, que até saiu fortalecido.

Podem até discordar da opinião do presidente sobre a publicação, mas jamais impedir a sua liberdade de expressão. Os defensores de um eventual impeachment querem "prostituir" a política com banalidades. O Brasil tem muitas outras prioridades. O Brasil tem pressa. Deixem o homem trabalhar.



Timbó perde bisneto do fundador




TIMBÓ - Faleceu na quarta-feira, dia 6, Curt Donner, 89 anos, bisneto do fundador de Timbó, Frederico Donner. Curt era casado com a professora Astrid Donner, deixando filhos e netos. Curt estava em tratamento no Hospital e Maternidade Oase e não resistiu a uma cirurgia. O velório foi realizado na Capela Mortuária Jardim da Paz e sepultamento no Cemitério Central. Familiares, parentes, amigos e autoridades foram dar o último adeus a Curt Donner, que dedicou parte de sua vida na preservação da história de Timbó e região e na área da cultura.

Curt Donner exerceu a profissão de eletricitário, atuando na antiga Companhia Força e Luz e depois Celesc, de propriedade do Governo do Estado. Ao longo de sua vida, Curt Donner se dedicou na implantação da Associação Filatélica e Numismática de Timbó (Afinuti/selos e moedas), trazendo para Timbó diversos eventos de projeção nacional. Outra paixão de Donner, era a preservação da história de Timbó. Ele mantinha uma coleção de fotos, jornais, revistas, símbolos e reportagens sobre a cidade. Muitas destas fotos foram publicadas nos últimos 30 anos no Jornal do Médio Vale. Curt Donner tinha orgulho de ser bisneto do fundador de Timbó, Frederico Donner, fazendo parte da linhagem da primeira esposa do bisavô, Ernestina. Após a morte desta, Frederico desposou Clara Donner.

O prefeito Jorge Krüger decretou Luto Oficial e lamentou que Curt Donner não pôde participar dos festejos dos 150 anos de Timbó, que acontecem em outubro deste ano. O presidente da Câmara, Guilherme Voigt Junior, também presente nas solenidades de despedida, emprestou uma Bandeira de Timbó, que foi depositada sobre o caixão.




jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png