EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

Evandro.JPG
Bastidores
Por Evandro Loes

Bastidores

Câmara deve eleger novo presidente

TIMBÓ - O vereador Guilherme Voigt Junior, o Tutti (PSDB), renunciou ao cargo de presidente da Câmara de Timbó, na primeira sessão ordinária da Câmara no Ano Legislativo de 2020, ocorrida no dia 4, cumprindo um acordo com seus pares governistas. Assumiu a presidência, interinamente, o vice-presidente Douglas Marchetti (PP), que convocou para dia 11, a eleição do novo presidente. Até o final da tarde de ontem (dia 6), apenas o vereador Carlos Adriano Krüger, o Ito (PP), havia formalizado sua inscrição como candidato a presidente.

Outros dois vereadores, Adilson Mesch (PP) e Martinho de Souza, o Kinho (PP), já manifestaram intenção de disputar a presidência, mas ainda não efetuaram a inscrição, que termina segunda-feira, dia 10. Chama a atenção o fato dos três postulantes serem do mesmo partido, o PP, que comanda a Prefeitura há 12 anos. O prefeito Jorge Krüger (PP) liberou o então secretário de Obras, Adilson Mesch, para voltar ao Legislativo e disputar a presidência. O ex-presidente, Guilherme Voigt Junior disse que seu compromisso de renúncia foi cumprido e ele deve votar em Mesch para presidente.

O presidente interino, Douglas Marchetti, disse que o processo é democrático, mas avalia que a divisão dos governistas não é saudável para a continuidade da união do grupo.

Marchetti disse que todos os candidatos manifestaram o desejo irrevogável de concorrer à presidente e a divisão é natural. Pelos cálculos de bastidores, Mesch teria quatro votos (ele, Tutti, Rubão, Chinha e Fiebes). Já Martinho teria três votos (dele, Marchetti e Fabrício). Ito estaria sozinho, mas tem a simpatia de Fiebes. No entanto, se o grupo de Martinho decidisse virar a mesa e apoiar Ito, poderia ocorrer uma surpresa. Mas, para isso, Ito teria que contar com o voto de Fiebes, que não quer nem pensar em estar ao lado da escolha de seu ex-correligionário e atual rival político, o vereador Fabrício Dalcastagné.


Fiebes quer mudança na taxa de lixo

TIMBÓ - O líder do MDB na Câmara de Timbó, vereador Haroldo Fiebes, protocolou uma indicação ao Executivo, sugerindo a realização de estudos para uma nova forma de cálculo na cobrança da Taxa de Coleta de Lixo, que atualmente é baseada no consumo da água. Fiebes disse que a mudança no sistema prejudicou muitas famílias, que tem um consumo de água maior, mas não tem a produção de lixo equivalente. Para o vereador Fiebes, é preciso encontrar uma forma coerente com a produção do lixo e não do consumo de água. Anteriormente, o cálculo se baseava na área do imóvel e a taxa era fixa.

Com a mudança, se o consumo de água aumentar, na mesma proporção aumenta a taxa do lixo. "Sabemos que o sistema foi aprovado pela Câmara, mas ele se mostrou incoerente com a realidade e deve ser revisto", observou o vereador. Uma das formas sugerida seria a cobrança de uma taxa fixa, com base na média de produção de lixo, o tamanho da propriedade ou a pesagem da coleta. Fiebes alertou que caso o sistema não seja alterado, no futuro, quando também incidir sobre a água o tratamento de esgotos, será praticamente "proibitivo" usar o sistema público de abastecimento.


Jorge acompanha volta às aulas

TIMBÓ - A volta às aulas movimentou a cidade, na manhã e tarde de ontem, com milhares de crianças e adolescentes frequentando os estabelecimentos de ensino das redes municipal e estadual.

Nas unidades municipais, com mais de cinco mil alunos de todas as idades, algumas escolas passaram por reformas e adequações no período das férias. O prefeito Jorge Krüger e o secretário da Educação, Alfroh Postai, visitaram algumas escolas para dar as boas-vindas aos alunos e professores. Muitos pais foram levar seus filhos à escola e encontraram o prefeito e o secretário na recepção.

Entre as escolas visitadas, a Escola Municipal Nestor Margarida, do bairro Araponguinhas, que recebeu investimentos de mais de R$ 2 milhões nos últimos meses. Em toda a rede municipal, estão sendo realizados investimentos superiores a R$ 10 milhões. Algumas obras já foram concluídas e outras ainda estão em execução ou serão executadas durante o ano letivo de 2020.


Municípios arrecadam donativos à Minas

TIMBÓ - As cidades de Timbó, Indaial, Benedito Novo e Ascurra se uniram para realizar uma campanha de arrecadação em favor das vítimas das cheias em diversas regiões do estado de Minas Gerais.

Foram arrecadados toneladas de alimentos, roupas e utensílios domésticos que serão entregues às autoridades da Defesa Civil de Minas Gerais, que farão a distribuição para as famílias mais necessitadas. Milhares de pessoas estão desabrigadas devido ao excesso de chuvas e o transbordamento de rios mineiros.

Um dos coordenadores da campanha, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Benedito Novo, Ivandro Klitzke, elogiou o espírito de participação das comunidades da região, que retribuíram aos mineiros as doações que vieram nas cheias que atingiram Santa Catarina no passado.

O prefeito de Timbó, Jorge Krüger, também comentou a campanha, afirmando que nas cheias de 2008, 2011 e 2013 que atingiram o Vale do Itajaí, a região recebeu ajuda de vários estados, com destaque para Minas Gerais.

Jorge esteve no local do carregamento dos donativos, esta semana e ajudou as equipes na carga ao caminhão. "A solidariedade de nosso povo garantiu muitos donativos", disse o prefeito.





jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png