EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

'Ajudar quem ajuda'

12 Março 2019 16:50:20

Voluntárias timboenses criaram o projeto 'Nosso Amigo', que atua em prol dos animais

Bruna Laline Ramos / JMV
Foto: FOTOS/ BRUNA LALINE RAMOS/JMV


TIMBÓ - Com o objetivo de amparar os animais necessitados, no ano passado foi criado em Timbó o projeto "Nosso Amigo", que exerce o papel de ponte entre quem tem vontade de ajudar e quem precisa de ajuda, atuando também na conscientização e combate às situações de abandono e maus tratos. "Nosso foco é ajudar quem ajuda", ressalta uma das coordenadoras do projeto, Mônia Vale.

Além de Mônia, também fazem parte da coordenação do projeto Ariana Donner, Linda Lazarini e Nega Girardi. É esse grupo de mulheres voluntárias que resolveu se unir e trabalhar em prol da causa animal. "Timbó é uma cidade abençoada, em razão de ter muitos grupos que atuam em favor dos animais. Porém, percebemos que havia a necessidade de ajudar quem já estava ajudando. E o fato de todas nós amarmos os animais, foi o pontapé inicial para a criação deste projeto", explica Mônia.

As coordenadoras dizem que um dos pontos fortes do projeto são as feirinhas realizadas na cidade. Nessas feirinhas as voluntárias vendem artesanatos e camisetas, sendo que todo o valor arrecadado é para custear ração, consultas com veterinário, cirurgias, castração, dentre outras necessidades dos animais.

As feirinhas ocorrem todo Sábado Mais na praça da Thapyoka, no Centro de Timbó, em parceria com o grupo Patrulha do Bem. Nessa feirinha, além das vendas dos produtos para arrecadar dinheiro para ajudar os animais, também há cães e gatos para doação. Além da Thapyoka, são realizadas feirinhas no supermercado Schütze uma vez por mês e na Casa do Colono duas vezes por mês. "Praticamente todo fim de semana tem feirinha do projeto em algum ponto da cidade", afirmam as voluntárias.

O grupo explica que não tem como recolher animais, em razão não ter um abrigo e local adequado para mantê-los, mas as voluntárias ajudam os cães abandonados a encontrarem um novo lar, bem como ajudam os cães perdidos a reencontrarem seus donos. Além disso, contribuem financeiramente com quem tem condições e disponibilidade de ajudar os animais.

"Começamos a perceber que havia necessidade de ajudar financeiramente essas pessoas que já estavam trabalhando em prol dos animais, então reunimos algumas mulheres que gostam de fazer artesanato e passamos a vender esses produtos para arrecadar dinheiro e auxiliar nos gastos com os bichinhos resgatados. Sabemos que têm pessoas com bom coração, mas que não têm recursos financeiros para oferecer a devida ajuda ao animal. Por isso, ajudamos quem ajuda", comenta Mônia.

A voluntária complementa dizendo que não podemos esperar que o Governo faça alguma coisa pelos animais. "Nós, como cidadãos, temos que fazer a nossa parte. Timbó ainda não está num estado crítico de animais de rua, mas é preciso conscientizar a população para que faça a castração, pois esta é a base para evitar que o número de animais nas ruas aumente", ressalta.

Muitas pessoas também sugerem que o grupo crie um abrigo, porém, de acordo com as voluntárias, um abrigo não é a solução para o problema. "Abrigo é apenas um depósito para os animais. Temos que evitar chegar nesse ponto. A solução é a castração e é isso que nós precisamos conscientizar a população e também o Poder Público", destacam.

Além da castração, o projeto "Nosso Amigo" também trabalha pela conscientização contra o abandono e maus tratos. "Ainda existe muitas pessoas que abandonam animais nas ruas de Timbó. Inclusive, desconfiamos que moradores de outras cidades também vêm abandoná-los aqui. Há cachorros e gatos abandonados presos dentro de sacos, cadelas violentadas e há muitos casos de zoofilia em Timbó. Também há maus tratos com animais de grande porte, como cavalos, por exemplo, que são largados sem água e animais que levam tiros. Precisamos lutar muito para que consigamos ter leis mais rígidas contra abandono e maus tratos de animais e fazer com que essas pessoas sejam punidas", acrescentam as voluntárias.

Aos interessados em ajudar o projeto "Nosso Amigo", uma das formas de contribuir é adquirir os produtos que são vendidos nas feirinhas, ou até mesmo doar artesanatos para que o grupo possa vendê-los. Quem tiver interesse em saber mais sobre o projeto, pode falar diretamente com as voluntárias nas feirinhas ou pela página no Facebook Projeto Nosso Amigo.


Imagens



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png