EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

Denúncia de irregularidades

Vereadores de Pomerode afirmam que lixo reciclado da cidade é aterrado junto ao lixo comum, no Parque Girassol em Timbó

Bruna Laline Ramos / JMV


TIMBÓ - Uma denúncia feita por três vereadores de Pomerode, afirmando que o lixo reciclado recolhido na cidade estaria sendo aterrado junto ao lixo comum no Parque Girassol, em Timbó, causou polêmica e o assunto tomou conta das redes sociais. Em entrevista à Rádio Cultura FM na manhã de ontem, dia 13 de maio, os vereadores Aldino Oldenburg, Deoclides Correa e Marcos Edgar Muller Dallmann explicaram que passaram a investigar possíveis irregularidades no que diz respeito à triagem do lixo reciclado, após receberem denúncias.

Na sexta-feira, dia 3 de maio, eles seguiram um caminhão, que supostamente estaria carregado com lixo reciclado e flagraram o mesmo descartando sacos do lixo reciclado do Samae de Pomerode no Aterro Sanitário de Timbó. Durante a entrevista, os vereadores também afirmaram que ainda não haviam recebido nenhuma resposta sobre a denúncia, nem por parte da Prefeitura, nem por parte do Samae.

Por telefone, a redação do JMV conversou na noite de ontem, dia 13, com o presidente do Samae de Pomerode, Ricardo Campestrini, que informou que estava viajando na semana passada, período em que a denúncia foi feita, e somente ontem tomou conhecimento da situação. Hoje, dia 14, Campestrini fará seu primeiro pronunciamento oficial sobre o caso, na Câmara de Vereadores de Pomerode. "O que eu posso adiantar é que há informações circulando nas redes sociais que não são verdadeiras, uma inclusive que dizia que o caminhão não foi pesado, mas ele foi pesado sim. Nós vamos averiguar se houve algum erro, mas o trabalho do Samae é muito sério, com pessoas comprometidas e durante o pronunciamento nós prestaremos mais esclarecimentos", disse.

Campestrini também explicou que o município possui uma usina de triagem do lixo reciclado e que ela é modelo para a região. O que é aterrado no Parque Girassol é apenas o lixo comum e rejeitos encontrados junto ao saco do lixo reciclado. "O município tem uma grande receita com a venda do material reciclado. Em 2018 arrecadamos R$ 600 mil e somente neste ano, até o momento, o valor já soma R$ 200 mil", destacou. 




jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png