EDITORIAS

icone_assinatura.png

ASSINE

icone_anuncio.png

ANUNCIE

Em paz com a balança

13 Fevereiro 2018 14:36:00

Perder os quilinhos a mais é uma tarefa que exige calma, cuidados e persistência

Greici Siezemel

IMBÓ - Que atire a primeira pedra quem nunca desejou ter o corpo em forma e, para isso, resolveu seguir aquela dieta que funcionou com a amiga (mesmo que a dieta tenha durado poucos dias). Acontece que essa busca pelo "corpo perfeito" requer alguns cuidados e o mais importante é pensar na saúde em primeiro lugar.

Como estamos na estação mais quente do ano, é comum as pessoas buscarem alternativas para se livrarem daqueles quilinhos a mais que estão incomodando, mas para emagrecer com saúde é preciso aliar a rotina de exercícios e atividades físicas (que auxiliam na perda de gordura e definição do corpo), a uma alimentação equilibrada. "A maior parte dos resultados deve estar associada a uma alimentação rica em nutrientes importantes que auxiliam na queima de gordura. O exercício físico estimula a liberação de hormônios no cérebro, chamado endorfina, que fazem as pessoas se sentirem melhor, mais calmas e com a mente mais clara. A prática do exercício físico regular contribui diretamente para a manutenção de uma vida saudável", destaca o professor e personal trainer Francis Eduardo Schlickmann Frainer, conhecido por Tchesco.

De acordo com Tchesco, o hábito de praticar exercícios semanalmente melhora a saúde mental, coloca em harmonia o corpo e a mente, favorecendo a alto-estima e prevenindo o estresse, a ansiedade e a depressão. Além disso, combate a obesidade, ajudando a emagrecer.


Dieta e exercícios andam juntos 

A dieta é fundamental para que o percentual de gordura corporal baixe, mas é necessário consumir os nutrientes necessários para a manutenção do corpo. "O ideal é procurar uma nutricionista para elaborar um programa de emagrecimento/manutenção da alimentação adequada e fazer atividade física recomendada e acompanhada por um profissional de Educação Física".


Exercícios funcionais

Os exercícios funcionais consistem na prática de exercícios que respeitam os movimentos naturais do corpo, como agachar, empurrar, saltar e correr.

Costuma ser bem dinâmico e mais atrativo do que os treinos convencionais. "Hoje existem muitos estudos sendo publicados sobre o assunto e sabemos que o treinamento funcional promove mais força muscular, melhora a flexibilidade, a coordenação motora, equilíbrio e o condicionamento cardiorrespiratório, além do emagrecimento", destaca o professor.


Os erros que se repetem

uitas pessoas acham que os resultados virão rápido, mas Tchesco lembra que a pressa é inimiga da perfeição. "As academias começam a ficar mais cheias neste início de ano e vemos os erros se repetindo: a pressa de adquirir um corpo perfeito", observa.

É preciso calma e persistência para se atingir os resultados esperados.

O professor afirma que existem inúmeros fatores que influenciam no excesso de peso, que pode, por exemplo, estar relacionado a problemas de saúde, como doenças da síndrome metabólica, diabetes, colesterol, doenças cardiovasculares, entre outras. "Para perder peso é importante comer menos e gastar mais energia. Para ganhar, come-se mais e se gasta menos energia. Entretanto, o comportamento humano é complexo, é dirigido por vários fatores biológicos, como genética, hormônios, circuitos neurais, comportamentos alimentares", lembra ele.

Emagrecer não é fácil, exige muita disciplina e persistência. "Focando em exercícios que aceleram o metabolismo, como musculação, treinamento funcional, lutas, natação, ciclismo, corrida entre outros, sempre orientado por um profissional de Educação Física, os resultados vão aparecer", ensina Tchesco.


Imagens


jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png