EDITORIAS

ASSINE

ANUNCIE

Hemosc precisa de sangue

Clarice Graupe Daronco
Foto: Divulgação

"Os estoques de sangue em Santa Catarina estão reduzidos e a pandemia gerou um impacto nas doações diárias. Mais uma vez precisamos da união de todos para ajudar ao próximo". A frase é do responsável pelo Setor de Captação de Doadores do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) de Florianópolis, Silvio Battistella.



Segundo o profissional o número de doações sofreu uma queda representativa no mês de outubro, e nesta primeira quinzena de novembro o cenário se repete, o que gerou uma baixa nos estoques principalmente para tipagens como A positivo e O positivo e negativo. "Numa avaliação interna entendemos que o aumento dos casos da Covid-19 foi a principal causa deste afastamento dos doadores dos hemocentros pelo estado".

Battistella observa que: "apesar dos nossos esforços em convocar os doadores destas tipagens, não temos tido um resultado significativo, uma vez que a demanda por estas tipagens tem sido constante e muitas vezes com alguns picos de consumo".

O profissional lembra que na data de 25 de novembro comemora-se o Dia Nacional do Doador de Sangue e, historicamente, é um período bastante positivo para doações. "Esperamos que neste ano, mesmo com todas essas adversidades que já passamos, isso se repita e consequentemente nossos estoques consigam atingir os níveis que consideramos ideais para não haver desabastecimento de hemocomponentes".

Battistella adianta que é importante frisar que a dificuldade atual do Hemosc está concentrada nas tipagens A+, O+, O- e B-, os demais tipos sanguíneos estão com os estoques em níveis adequados. "Esse acompanhamento pode ser feito através do site do Hemosc através do infográfico das bolsas de sangue. A posição do nosso estoque está ali representada e é atualizada diariamente".

De acordo com o profissional é importante destacar que as doações, desde o início da pandemia e isolamento social, estão sendo realizadas mediante agendamento prévio. "Ele pode ser feito pelo site do Hemosc, na aba "Agende sua doação", ou por telefone, na aba "Onde doar e horários".

Importante: Em tempos de Coronavírus a seleção de candidatos à doação de  sangue fica ainda mais criteriosa. 


Saiba quem não pode doar:

Pessoas que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de países com casos confirmados de infecções pelo SARS-CoV-2 - inaptas para a doação por 14 dias após o retorno destes países;

Pessoas que foram infectadas pelos vírus SARS-CoV-2 após diagnóstico clínico e/ou laboratorial - inaptas pelo um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticas e sem sequelas que contraindiquem a doação);

Aqueles que tiveram contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelo vírus SARS-CoV-2 - inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas;

Pessoas que permaneceram em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica devido a sintomas de possível infecção pelo SARS-CoV-2 - inaptas pelo período que durar o isolamento (no mínimo 14 dias) se estiverem assintomáticos.


O que é?

A doação é a retirada de aproximadamente 450 ml de sangue, através de inserção de uma agulha em um dos braços.

A coleta é feita por pessoal capacitado e sob supervisão de um médico ou enfermeiro, garantindo o bem-estar do doador.

O ambiente deve ser limpo e confortável e o material descartável. Todo o processo da doação de sangue levam em torno de 55 minutos.

Doar sangue não dói, nem prejudica a sua saúde.

O

que é necessário para doar? 

Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;

Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;

O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;

O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;

Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);

Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG., carteira profissional, carteira de motorista, etc;

Ter repousado bem na noite antes da doação;

Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4 horas que antecedem a doação;

Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;

Evitar vir acompanhado com crianças, sem acompanhantes.


Não pode doar:

Quem tem ou teve as seguintes doenças:

Hepatite após os 11 anos de idade;

Lepra (Hanseníase);

Hipertireoidismo e tireoidite de Hashimoto;

Doença auto-imune;

Doença de Chagas;

AIDS;

Problemas cardíacos (necessita avaliação e declaração do seu cardiologista);

Diabetes;

Câncer.


Outras situações:

Fez ou faz uso de algumas drogas ilícitas

nos últimos 12 meses;

Mantém relações sexuais de risco;

Gestantes ou mulheres que amamentam bebês

com menos de 12 meses;

Teve contato sexual com parceiro ocasional/

eventual nos últimos 12 meses.



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png