EDITORIAS

ASSINE

ANUNCIE

Novidades musicais

Maestro Luiz Lenzi integra o quadro de professores do Femusc, primando pelo aprimoramento artístico

Clarice Graupe Daronco / JMV
Foto: CESAR CASTRO
Luiz Lenzi está há 10 anos envolvido com a programação do Femusc

TIMBÓ - "O início de 2020 já começou repleto de música". A frase é do músico e maestro, Luiz Lenzi. Segundo ele, todo início de ano o município de Jaraguá do Sul e cidades vizinhas recebem o Festival de Música de Santa Catarina - Femusc. O evento, que chegou à sua 15ª edição, teve como sede a Sociedade Cultura Artística de Jaraguá

Lenzi, que participa do Festival como regente há 10 anos, conta que além dos professores do Femuskinho e Femusc Jovem, cerca de 50 professores integraram o quadro docente do programa Intermediário e Avançado, atendendo a aproximadamente 450 alunos selecionados entre mais de mil inscrições, vindas de vários estados brasileiros, América do Sul, Estados Unidos e Europa. "Entre os destaques da 15ª edição está o diretor artístico do Femusc, o oboísta Alex Klein tocando a obra que garantiu ao país o único prêmio Grammy no segmento, até hoje. Ele foi conquistado pelo oboísta, em 2001, com a execução do Concerto para Oboé e Pequena Orquestra, de Richard Strauss, juntamente com a Chicago Symphony. A honraria foi concedida dentro da categoria 'Melhor Solista Instrumental com Orquestra'. No Femusc, esta obra foi interpretada pela Orquestra Sinfônica Femusc e regência do maestro venezuelano Gregory Carreño. Outro destaque foi a participação do balé Bolshoi, com música de Piotr Ilich Tchaikovsky, a Suíte Quebra-Nozes".

Entre os professores de vários países está o timboense Luiz Lenzi, que concede entrevista ao JMV relatando um pouco sobre este grande espetáculo musical. "O Femusc é uma experiência ímpar, onde músicos de diferentes culturas trabalham em sintonia pelo objetivo maior, que é extrair o máximo da obra de arte musical", revela.

O maestro conta ainda que esta trajetória se iniciou em 2009, quando a Banda Municipal Professor João Müller integrou o 1º Encontro Catarinense de Bandas, realizado quatro dias antes do Femusc. "Na época, o convite veio pela representante da Funarte em Santa Catarina, nossa parceira Neiva Ortega e direção de Bandas pelo maestro alemão Dietmar Wiedmann. Dali em diante as atividades musicais cresceram ininterruptamente", revela Lenzi ao relatar que em 2011 a banda timboense visitou o maestro Wiedmann em Rintall, na Alemanha, passando também por cidades como Heidelberg e Meine, em intercâmbio com bandas alemãs.

Em 2017 e 2018 a vontade divina levou Neiva e o maestro Wiedmann e atendendo ao pedido do diretor artístico, Alex Klein, Lenzi passa a assumir os trabalhos com a Banda Sinfônica do Femusc e as classes de regência para Banda, além dos ensaios.

Lenzi atuou nesta edição com uma novidade no Programa Avançado: a formação de Big Band, que apresentou um repertório de Jazz, de compositores como Duke Ellington, Jighs Whigham, Irving Berlin e outros. A Banda Sinfônica do Femusc também foi destaque apresentando música contemporânea e do romantismo, com Giuseppe Verdi, na voz da solista soprano Paula Tessarolo.

Lenzi destaca ainda que: "a importância de um Festival de Música não se dá somente no aprimoramento artístico, mas também no pleno desenvolvimento do ser humano. Um dos nítidos benefícios se dá no intercâmbio com músicos de diferentes países, a troca de experiências culturais. Para a próxima edição do Festival, já estão reservadas dez vagas para alunos do Pro-Música, programa de bandas de músicas nas escolas de Timbó".


Imagens


jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png