EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

Preservar também é coisa de criança

UPE Amor Perfeito realiza atividades com as crianças no Morro Azul

Clarice Graupe Daronco / JMV


TIMBÓ - "Ensina a teus filhos o que temos ensinado aos nossos: que a terra é nossa mãe. Tudo quanto fere a terra - fere os filhos da terra. [...]. O homem não tece a teia da vida. Ele é um de seus fios. O que ele faz para a teia faz para si próprio", com a frase de Chief Seattle a professora Marisa Regina Reichardt da Unidade Pré-Escolar (UPE) Amor Perfeito fala sobre o projeto Morro Azul.

De acordo com Marisa, o projeto "Morro Azul: Preservar também é coisa de criança" mostra que o Morro Azul pode oferecer muito mais do que um lugar relaxante. "O visitante pode admirar a enorme variedade de plantas, respirar ar puro e ouvir o canto dos pássaros, que ali encontram refúgio do caos urbano".

Para a realização do projeto, que teve como um dos focos a Educação Ambiental, a professora conta que foi necessário a realização de conversas com os alunos, explicando quais eram os objetivos do passeio e como ele é importante para que eles possam adquirir novos conhecimentos além da bagagem cultural que passarão a ter. "A Educação Ambiental não deve ser tratada como algo distante do cotidiano dos alunos, mas como parte de suas vidas. É de suma importância a conscientização da preservação do meio ambiente para a nossa vida e todos os seres vivos, afinal vivemos nele e precisamos que todos os seus recursos naturais sejam sempre puros".


A professora explica que um fator primordial para a preservação do meio ambiente é a reciclagem, pois através dela é possível tirar do meio ambiente coisas que levariam décadas para desintegrar. "As crianças começam a aprender a importância da reciclagem na escola através de diversos projetos, pois é possível criar coisas incríveis com materiais recicláveis e com isso as crianças já vão aprendendo muito sobre o assunto e com certeza vão se tornar adultos mais conscientes", comenta Marisa ao destacar que as crianças assimilam rapidamente as informações e se elas passarem a entender que a reciclagem pode ajudar em mais de cinquenta por cento na preservação do meio ambiente, elas com certeza vão ajudar muito no futuro.

Segundo a profissional com o projeto foi trabalhado a importância da preservação do meio ambiente e também os recursos que podem ser utilizados para diminuir a fabricação do lixo. "Além de conhecer e visitar o Morro Azul, nosso próximo passo é levá-los para conhecer o Aterro Sanitário, para entender onde e como é feito o descarte do lixo que não é reciclado".

Marisa observa ainda que durante o desenvolvimento do projeto, foi trabalhado com as famílias a importância de reciclar o lixo, recolhendo as latinhas de alumínio, consumidas no dia a dia, fazendo a coleta na UPE, e vendendo o material. "O valor arrecadado com esse material é destinado à compra de livros de literatura para o acervo da Biblioteca da Unidade. Esse trabalho foi muito importante pois levou os alunos a ajudar na conscientização das famílias quanto a importância de reutilizar o lixo para a construção de brinquedos e maquetes, a separar o lacre das latinhas de alumínio para ajudar na Campanha Lacre Solidário".



O objetivo do projeto, de acordo com Marisa é sensibilizar os alunos sobre a importância da preservação do meio ambiente, identificando as situações que causam danos à ecologia e também enfatizando a problemática do lixo e a solução oferecida pela reciclagem. "Conscientizar também os pais e alunos sobre a importância da coleta seletiva do lixo e do reaproveitamento dos materiais recicláveis e resgatar junto aos alunos a importância de vivermos e convivermos em um ambiente limpo".

A profissional destaca ainda que o projeto visa sensibilizar os alunos a auxiliarem no cuidado com a escola, não jogarem lixo no chão além de incentivar a prática de atitudes conscientes quanto à limpeza da sala de aula. "Trabalhamos para que os alunos levem essas informações as suas casas".

A professora afirma que o projeto nasceu da necessidade de desenvolver nas crianças uma cultura de sustentabilidade, de preservação do meio ambiente, além de construir conceitos matemáticos de forma significativa, lúdica e prazerosa. "O projeto ainda contará com o plantio de árvores frutíferas, flores e a construção de uma horta na Unidade".

Com relação ao passeio no Morro Azul, Marisa observa que as crianças foram oportunizadas a estar/conhecer um espaço onde tudo o que eles tinham ouvido, comentado e entendido tivesse significado. "As crianças ficaram encantadas e apesar de ser um trajeto um pouco longo e cansativo para a idade, quando perguntado, todos falaram que voltariam lá novamente, mas que gostariam de ficar um pouco mais".


Imagens




jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png