EDITORIAS

ASSINE

ANUNCIE


Projeto de pesquisa de Renzo Grosselli

Clarice Graupe Daronco
Foto: PMRDC

"Encerrou-se, na primeira semana de março, a primeira fase de uma pesquisa conduzida por Renzo Grosselli na cidade de Rio dos Cedros". A informação é do vice-presidente do Circolo Trentino de Rio do Cedros, Andrey José Taffner Fraga.



O projeto teve início no segundo semestre de 2020, quando o pesquisador italiano, após participar de uma conferência no âmbito da UFSC com o professor e doutor, Arno Dal Ri Jr. e Andrey José Taffner Fraga, apresentou a este último a ideia de desenvolver uma pesquisa inteiramente na cidade, com a finalidade de mapear a identidade cultural de Rio dos Cedros, fortemente marcada pela cultura trentina. "A proposta foi prontamente aceita pela Prefeitura e pela Câmara de Vereadores, que custearam a manutenção de Renzo Grosselli na cidade. Demais despesas, inclusive a viagem, foram arcadas pelo próprio pesquisador", explica Fraga.

De acordo com relatos, após meses de intensos trabalhos, cercados de todos os cuidados necessários por conta da pandemia da Covid-19, foram coletadas mais de 60 horas de gravações de entrevistas e mais de duas mil fotografias. "As entrevistas foram realizadas com pessoas representando os mais variados segmentos da cidade, para que fosse reconstruída a trajetória do povo rio-cedrense, desde os aspectos culturais, de trabalho no campo e na cidade, do ambiente no qual se vive, dos relacionamentos, da religiosidade, culinária, modo de vida, entre outros".

Fraga observa ainda que as entrevistas levaram em consideração, além da cultura predominante que é de base trentina, também as demais etnias que formaram Rio dos Cedros, passando pela alemã, polonesa e portuguesa.

O trabalho de acompanhamento nas entrevistas foi realizado predominantemente por Fraga e por Jaime Visentainer que é presidente do Circolo Trentino e pela diretora de Cultura e Turismo, Giovana Lenzi. Giovana comanda a pasta que vinculou o projeto na Prefeitura e trabalhou incessantemente tanto na parte operativa do projeto aprovado pela Câmara em 2020, quanto nos contatos para realizações de entrevistas, tomando o cuidado para que os muitos segmentos de Rio dos Cedros fossem adequadamente representados. "Olivio Taffner e Marisa Taffner Fraga também trabalharam nos contatos para a realização de entrevistas na cidade".

Fraga conta que a Câmara de Vereadores e o Poder Executivo de Rio dos Cedros, tanto na figura do ex-prefeito Marildo Felippi, quanto no atual prefeito, Jorge Stolf, apoiaram e atuaram em prol do bom andamento do projeto. "Além da coleta das entrevistas e fotos, que servirão para a elaboração de material bibliográfico, uma vez constatada a marcante presença cultural trentina em Rio dos Cedros, entendeu-se que seria oportuna também a realização de filmagens para a produção de um documentário sobre esse aspecto cultural da cidade. Para tanto, contou-se com o trabalho voluntário de José Floriani, residente em Blumenau mas cuja família é de origem rio-cedrense, para captação de som e imagens com equipamentos profissionais e futura edição do documentário".

Os próximos meses serão de árduo trabalho com base no material coletado para, em breve, apresentar os resultados.

Renzo Maria Grosselli, natural de Trento - Itália, graduou-se em sociologia pela Universidade de Trento e obteve o título de doutor em história no Brasil, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. É escritor, poeta, e foi jornalista no periódico L´Adige (de Trento) por muitos anos, até se aposentar. Já na década de 1980, pesquisou exaustivamente sobre a emigração trentina, vivendo em meio aos locais de imigração por vários anos. Publicou, em 1986, a obra "Vincere o Morire", posteriormente traduzida e publicada no Brasil sob o título "Vencer ou Morrer", que se tornou obra clássica e fundamental para os estudos da imigração trentina em Santa Catarina. Nos anos seguintes, foram publicados os livros sobre a emigração trentina nos estados do Espírito Santo, Paraná e São Paulo. Dada a credibilidade conferida à pesquisa de Renzo Grosselli, seus livros eram utilizados para comprovação de origem em processos para dupla cidadania italiana no Brasil, e foi com base neles, especificamente no livro sobre a colonização do Espírito Santo, que o Congresso Nacional promulgou a Lei nº 11.687/2008, instituindo o "Dia Nacional do Imigrante Italiano". Além dos trabalhos específicos sobre o Brasil, Grosselli também é autor de muitos outros livros sobre o Trentino, sobre cultura, história e imigração. A última vez que esteve em Rio dos Cedros foi em 2018, quando proferiu palestra e coletou material para o livro lançado em 2020, intitulado "Gli Ultimi".



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png