EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

Aumento na conta de luz?

22 Janeiro 2019 14:35:42

Celesc se manifesta sobre reclamações e informa sobre recorde no consumo de energia elétrica

Bruna Laline Ramos / JMV
Foto: FOTO/DIVULGAÇÃO


TIMBÓ - Com a chegada do mês de janeiro, muitas famílias catarinenses levaram um susto ao receber a fatura de energia elétrica. Em muitos casos, o valor veio acima da média dos meses anteriores e isso gerou dúvidas e diversas reclamações por parte dos consumidores da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc). Algumas pessoas chegaram até a suspeitar de erro de leitura.

Diante de tantas reclamações e dúvidas dos consumidores, a Celesc divulgou na sexta-feira, dia 18, um comunicado oficial explicando que as contas subiram em razão do aumento no consumo de energia elétrica no mês de dezembro.

"Em relação às manifestações de consumidores sobre a fatura de energia emitida neste mês de janeiro de 2019, a Celesc informa que não houve cobrança adicional ou erro no processamento de dados no faturamento. O aumento se deve, em grande parte, ao maior consumo de energia, especialmente pelo uso de equipamentos elétricos, como ar-condicionado e motores de piscina, em períodos de temperatura elevada", diz a nota.

A Celesc também informou que, desde dezembro, o recorde de consumo já foi batido três vezes em Santa Catarina, em três dias seguidos: 15 de janeiro (4.875MW), 16 de janeiro (4.989,82 MW) e 17 de janeiro (5.030MW).

Segundo informações do gerente regional da Celesc em Timbó, Juliano Bachmann, nesta época do ano a conta de luz dispara na região do Vale do Itajaí, principalmente porque nesses dias de calor os aparelhos de ar-condicionado são mais utilizados.

O gerente ainda ressalta que, no momento, está em vigência a bandeira verde, ou seja, não há adição no valor da fatura. Além disso, a tarifa de energia elétrica da Celesc não é reajustada desde agosto do ano passado. Sendo assim, não houve alterações de valores por parte da Companhia que justifique o aumento no valor da conta de luz neste mês de janeiro.

"O que acontece em todos os verões e neste ano um pouco mais severo devido ao calor mais excessivo, é o aumento no consumo proveniente de todos os eletrônicos que fazem a refrigeração, dentre eles o ar-condicionado, aumentando assim a conta de luz", explica Juliano. Segundo ele, geladeira e freezer também gastam mais no Verão para conseguirem manter a temperatura.

Vale lembrar que, com o aumento do consumo, também aumentam os impostos pagos na conta de luz. "A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), determina transparência na fatura de energia e a demonstração de onde fica cada um dos valores financeiros que o consumidor paga. Desta forma, na conta existe a distribuição, energia, tributos, encargos setoriais e transmissão", afirma Juliano.

O gerente regional da Celesc explica que, hoje, cerca de 14% do valor da fatura fica para a Celesc. O restante vai para as empresas de energia (usinas), tributos e encargos setoriais (impostos) e transmissão (linhas de extra e alta tensão que vão para as torres). "A conta de energia demonstra esses valores de forma transparente para o consumidor", garante.

Sendo assim, a conta de energia que o consumidor paga, somente 14% são da Celesc e os demais valores são repassados para as outras empresas (usinas, empresas de transmissão e Governo, que recebe os impostos).

Segundo Juliano, a Celesc não manipula o consumo e ressalta que a medição é feita em equipamentos lacrados. Em caso de dúvidas, o consumidor deve procurar as lojas da Celesc ou ligar para o número 0800 480 120, com a fatura em mãos.

A Celesc ainda orienta que os clientes confiram atentamente o histórico de consumo e o período de apuração da leitura na fatura recebida. Quando se trata de variação de consumo, o cliente pode comparar a leitura atual no medidor do seu imóvel com a leitura apresentada na fatura - a diferença entre os números indica o quanto já foi consumido de energia em kWh no período.



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png