EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

Marchetti continua na presidência

09 Janeiro 2018 14:06:38

O vereador Douglas Marchetti (PP) vai continuar na presidência da Câmara de Timbó neste ano de 2018, conforme prevê o Regimento Interno do Legislativo, após um novo acordo com o petista Rubens Borchardt, que abriu mão em favor do progressista, em troca de uma eleição futura.

Evandro Loes/ JMV

TIMBÓ - O vereador Douglas Marchetti (PP) vai continuar na presidência da Câmara de Timbó neste ano de 2018, conforme prevê o Regimento Interno do Legislativo, após um novo acordo com o petista Rubens Borchardt, que abriu mão em favor do progressista, em troca de uma eleição futura. Originalmente, a Mesa Diretora tem mandato de dois anos, mas um acordo prévio entre os vereadores, no início da legislatura, prevê um rodízio entre as lideranças. Marchetti foi eleito no início da atual legislatura, em 2017, e deveria renunciar à Presidência ao final do ano. 

Um novo acordo entre as lideranças mudou os planos iniciais, quando Rubens Borchardt decidiu esperar mais um ano para ser presidente, pois pretende participar das eleições de 2018, sendo um dos nomes do PT para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa. Borchardt ainda não decidiu sobre sua participação ou não como candidato, mas estaria livre do encargo da presidência da Câmara caso resolva concorrer.

O atual presidente, Douglas Marchetti é experiente no cargo, já tendo ocupado a presidência na legislatura anterior, fechando o mandato e sendo eleito novamente no primeiro ano da atual legislatura. Com a permanência de Marchetti na presidência, em 2018, este será o terceiro ano consecutivo que ele vai liderar a Câmara de Vereadores de Timbó. Isso só é possível porque um ano é da legislatura anterior. A lei permite que um vereador ocupe a presidência apenas por dois anos, sem direito a reeleição, por legislatura.

Austeridade

Na presidência, Douglas Marchetti, imprimiu um modelo de gestão austero, com o corte de diárias, redução de salários dos vereadores, manutenção do número de servidores e interrupção de projetos que previam a criação de cargos de assessoria parlamentar, num total de nove cargos. Graças a esta política, a Câmara cortou seu orçamento em 60% e ainda economizou mais de R$ 1,5 milhões por ano, que são devolvidos ao Executivo no final de cada exercício.




jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png