EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

limentação saudável nas escolas

08 Fevereiro 2019 14:03:20

Nutricionista explica que refeições adequadas contribuem para o desenvolvimento dos alunos

Bruna Laline Ramos / JMV
Foto: FOTO/CLARACY MARIA FERRARI BUTZKE

TIMBÓ - O ano letivo já começou e uma das preocupações dessa volta às aulas é com a alimentação dos alunos. A nutricionista Leocádia Raquel Tamanini Bogo explica que as refeições interferem no desenvolvimento das crianças e, por isso, existe todo um cuidado especial na elaboração dos cardápios das escolas da Rede Municipal de Ensino de Timbó. 

Segundo Leocádia, a alimentação escolar municipal atende em torno de 4.800 alunos diariamente em Timbó, com cardápios elaborados pela nutricionista, respeitando a Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, que dispõe sobre o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

"O Pnae determina o emprego da alimentação saudável nas escolas, utilizando alimentos variados, seguros e adequados, que tem o objetivo de contribuir para o crescimento, desenvolvimento biopsicossocial, aprendizagem, rendimento escolar e a formação de hábitos alimentares saudáveis dos alunos", explica a nutricionista.

As refeições devem ser servidas aos alunos de forma igualitária, por isso, a recomendação da Secretaria Municipal de Educação de Timbó é para que os estudantes não levem lanches para as escolas, para que não haja essa diferença. "Nós temos que respeitar várias leis, resoluções e notas técnicas específicas da alimentação escolar. Dessa forma, também oferecemos alimentos específicos para alunos com alergia ou intolerância alimentar, desde que apresentem laudos ou atestado médico", ressalta Laocádia.

Ainda no que se refere ao Pnae, a nutricionista explica que este é um programa de política compartilhada, onde o Governo Federal repassa a verba por aluno por dia letivo. São contabilizados 200 dias letivos por ano, mesmo na creche, onde as crianças ficam mais dias.

Para os alunos de creche, o Governo Federal envia R$ 1,07 por aluno; para os alunos de pré-escola são R$ 0,53; já para os alunos de escola são R$ 0,36, por 200 dias. Em contrapartida, o município banca o restante dos gastos para compra de alimentos, estrutura física (cozinhas), equipamentos, utensílios, cozinheiras, jalecos e calçados para as cozinheiras, material de limpeza, gás, energia e água.

A nutricionista também ressalta que, na Rede Municipal de Ensino de Timbó, o cardápio varia diariamente com no mínimo duas frutas por semana, saladas quando são oferecidas refeições salgadas e quentes, pão caseiro e uma preparação doce por semana.

Existe toda uma elaboração de cardápios, com planejamento semanal, variando as refeições todos os dias e seguindo as orientações do Pnae, visando oferecer uma alimentação saudável e que contribua para o desenvolvimento dos alunos dentro e fora da sala de aula.





jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png