Por um trânsito mais seguro

07 Julho 2017 17:24:55

Demutran trabalha para garantir que motoristas respeitem os limites de velocidade em Timbó

Greici Siezemel / JMV
Trânsito-Timbó--(3).jpg
Foto: FOTO/ANDRÉ HAHNEBACH/JMV

 

TIMBÓ – Com o objetivo de reduzir o número de acidentes de trânsito, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Timbó, tem realizados diversas ações no município. Uma delas é o monitorando de várias ruas da cidade com o radar móvel de controle de velocidade, que tem dividido as opiniões dos moradores da cidade. Para esclarecer essas dúvidas que chegaram até nossa equipe de redação, conversamos com o supervisor de trânsito de Timbó, Diogo Alves dos Santos. 
No final do mês de maio, o Demutran iniciou um cronograma de ações, aproveitando as atividades do movimento Maio Amarelo, que tinha por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. “Iniciamos pela parte educativa, com blitz educativas de conscientização e palestras em empresas e escolas. Posteriormente iniciamos um trabalho de fiscalização, tanto na questão da velocidade, através do radar, como no trabalho de fiscalização em parceria com a Polícia Militar (PM), que faz a blitz e nós damos o apoio”, conta o supervisor.
O cronograma de fiscalização de velocidade será feito mensalmente e as ruas serão determinadas com base no número de acidentes e reclamações que elas registram. O cronograma de educação no trânsito e de fiscalização por intermédio de blitz e abordagens é permanente. “Temos um radar móvel e as lombadas eletrônicas para fiscalizar. O que estamos fazendo agora é divulgar mais, informando em que rua o radar vai estar, então, além de ter a placa de velocidade indicando a máxima permitida, nós ainda avisamos que o radar vai estar lá. Ele sempre vai estar próximo a uma placa de velocidade . Nosso objetivo é prevenir para que não aconteçam abusos e, consequentemente,  nada de mal para os pedestres e ciclistas”, observa dos Santos. 
O supervisor do Demutran lembra ainda que todas as vias que são fiscalizadas com radares em Timbó tem a velocidade máxima permitida de 50km/h e que o radar móvel não pode estar escondido, por isso, é sempre colocado em locais visíveis: nas calçadas, ou junto ao bordo da via, no meio fio. “Todos sabem que a velocidade é essa. Se o motorista superar 57 km/h por hora, que é a tolerância, ele está sujeito a notificação. Com a notificação existem critérios: por exemplo, se o condutor passou a 60kh/h no radar e ele for um motorista que não cometeu infrações nos últimos 12 meses, ele tem o direito de converter essa notificação em advertência e não vai precisar pagar a multa, tão pouco terá os pontos registrados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Agora se isso acontecer com aquele condutor que está acostumado a cometer infrações, obrigatoriamente, vai virar multa”, alerta ele.
O supervisor informa que qualquer empresa, ou grupo de pessoas, que tem interesse em palestras educativas de conscientização, é só entrar em contato com o Demutran que eles disponibilizam um agente para fazer esse trabalho gratuitamente.

 

Trânsito em Timbó

 

 

A mobilidade urbana no município é considerada ótima pelo supervisor. “Temos dois semáforos, então praticamente não existem gargalos, são alguns momentos que efetivamente ensejam a intervenção do agente de trânsito. O que nós temos em Timbó é a repetição do que vemos em todo o país, como alguns excessos, abusos, que devem ser coibidos. A fiscalização serve para inibir que eventuais abusos voltem a ser cometidos, como hoje temos a questão da velocidade, que é um dos principais fatores que causam vítimas no trânsito”, analisa. 

 

jmv sim
SOSDesaparecidos.fw.png
Anuncio-Vendas2-01-01.jpg
Logo_ JMV.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina