EDITORIAS

New-01-01.png

ASSINE

assi-01-01.png

ANUNCIE

Exercício de Ajuda Humanitária

As simulações irão acontecer em diversos pontos de Indaial retratando situações reais que possam vir a ocorrer em casos de catástrofes naturais

Amanda Bittencourt
Foto: Divulgação

INDAIAL - Essa semana, Indaial será movimentada pelo Exército Brasileiro, isso porque está sendo realizado o Exercício de Ajuda Humanitária, com a finalidade de treinar e preparar as equipes de diversas agências operativas para casos de catástrofes naturais no município. 

Além de Indaial, a cidade de Taió também receberá a ação no mesmo período. Esse é a terceira edição do simulado no estado de Santa Catarina promovido pelo Exército brasileiro, por meio da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada. Desde o dia 2, as atividades já iniciaram com alertas meteorológicos. Ontem, dia 5, as tropas já chegaram ao município de Indaial e estão concentradas no Ginásio Sérgio Luiz Petters, Parque Municipal Jorge Hardt e Unidade do Corpo de Bombeiros Voluntários. 

Ainda, a montagem de alguns cenários foi feita, como a de resgate de vítimas soterradas em veículos, conforme informou a Defesa Civil de Indaial. O major e também Oficial de Comunicação da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército, Luciano Souza, em entrevista para a Rádio Cultura, os simulados irão acontecer de forma ininterrupta hoje, dia 6, a partir das 12h e amanhã, dia 7, até às 18h. "São cerca de 20 incidentes simulados que vão ocorrer em vários pontos da cidade, tanto em Taió quanto em Indaial", destacou. 

Já o diretor de Defesa Civil de Indaial, Guilherme Tell Bogo, esclarece a população que os exercícios, apesar de retratarem de forma real a situação de ajuda humanitária, serão somente para simulação. "Dessa forma, orientamos os munícipes a ficarem tranquilos", ressalta. Além disso, vale salientar aos munícipes que haverá grande movimentação de veículos oficiais, inclusive de grande porte na cidade. 

Mesmo com a realização dos exercícios, todos os serviços do Samu, bombeiros e polícias estão operando normalmente em Indaial e região nas situações cotidianas, informou o major Souza.

Atividades simuladas
Os exercícios vão retratar diversas situações. "Dentre as atividades simuladas, está o soterramento de casas, entrega de donativos, resgates de pessoas ilhadas, resgate de mulheres grávidas, reconstrução de pontos e que para isso, nossa engenharia de construção e combate de Porto União fará o trabalho", fria o major Souza. Além disso, estão previstos simulados de rompimento de barragem, diversos outros resgates, evacuação de escola, exercícios noturnos, entre outros.

Quem está participando?
Participarão tropas vindas de Florianópolis, Porto União, Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS). As atividades contarão ainda com a participação de militares da Marinha do Brasil, da Força Aérea brasileira, da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Santa Catarina (CBMSC), membros da Secretaria de Defesa Civil do estado, Samu e Polícia Civil (PC).

Além disso, todos os setores da Prefeitura, Defesa Civil de Indaial e Corpo de Bombeiros Voluntários participarão. O Plano Municipal de Contingência será colocado em prática, já que o simulado é uma exigência do Plano, conforme prevê a legislação brasileira (Lei Federal nº 12.608/12). O simulado envolverá cerca de 700 homens ligados à 14ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército brasileiro, além da estrutura de botes, helicóptero, cavalaria e engenharia de pontes. "Contatando com as agências participantes, cerca de 1300 homens irão atuar somando as cidades de Indaial e Taió", completa o major Souza. 

As atividades também irão contar com uma aeronave da PC, uma do CBMSC e duas da PM; 20 profissionais do Samu, com duas viaturas e um Centro de Triagem e Tratamento (CTT); dois botes, duas viaturas e quatro militares da Marinha; 60 viaturas do Exército brasileiro.

Atenção
A Ponte dos Arcos, localizada no centro de Indaial, fi cará interditada na quarta-feira, dia 7, das 12 às 18h, para a realização do Evento Principal do Exercício de Ajuda Humanitária do Exército Brasileiro, o chamado Vip Day. "Na ocasião, vão ocorrer alguns acidentes e nós elencamos essa coordenação do exercício como o mais importante, ou seja, irá reunir o maior número de meios, helicópteros, botes, forças integradas e reunirá o maior número de pessoas", pontuou Souza. Nas proximidades da ponte também serão interditadas a Avenida Beira-Rio, parte das ruas Curt Hering e Lauro Müller até à Escola Raulino Horn. Toda a comunidade é convidada a acompanhar a atividade que será realizada na Ponte dos Arcos.



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png