Festa em homenagem à padroeira

Foto: DIOCESE DE BLUMENAU

"Na localidade de Rio Cunha, região serrana de Rio dos Cedros, no dia 22 de maio, um domingo ensolarado e de céu de brigadeiro, realizou-se grande festa em louvor à padroeira, Nossa Senhora Auxiliadora". As informações são do profissional responsável pelo setor de Comunicação da Diocese de Blumenau, padre Raul Kestring.

De acordo com o profissional, às 10h houve a solene santa missa presidida pelo pároco padre Fernando Steffens. "As famílias residentes naquelas imediações e numerosos visitantes lotaram o templo, alimentando sua fé, seu amor e esperança com a Palavra de Deus e o sacramento da Eucaristia. Verdadeiro sustento, essa palavra santa e este pão do céu garantem que a comunidade persevere e se fortaleça cada vez mais em sua vivência fraterna, solidária e de unidade".

O padre relata que "antes da bênção final, as mães presentes foram convidadas a circundar a bonita imagem de Nossa Senhora Auxiliadora. Momento emocionante, em que todos rezaram por elas, agradecendo por nos terem dado a vida e pedindo à mãe celeste que olhe para elas especialmente. Forte aplauso e "vivas às mamães" encerraram a cerimônia. Importante se faz também o apoio de tantos irmãos e amigos que, de outras comunidades, até de outras cidades, vêm trazer seu prestígio, sua participação, seu incentivo ao evento e a toda a caminhada daqueles seguidores do Senhor e devotos da sua e nossa mãe Auxiliadora".



Após o ato religioso, Kestring informa que foi servido o almoço festivo no amplo salão de encontros e promoções, adjunto à capela. "Fazia bom tempo que não se via naquele lugar tantas pessoas reunidas em alegre e festivo convívio. Acolhidos com gentileza e atenção pelos organizadores da festa e pelos moradores da localidade, todos curtiram o prazer da boa comida preparada, da festiva bebida, do café, do gostoso pastel, do animado encontro, enfim".

No período da tarde, aconteceu a tradicional "Tarde dançante", para a qual foram convidados especialmente os casais de terceira idade, mas aberta à participação de quem desejasse se divertir sadiamente. "Animado grupo musical, formado por gaiteiro, tecladista e vocalista, inspirava os dançantes ao alegre bailado, em ritmadas, harmoniosas e salutares evoluções. A alegria é dom de Deus num indivíduo e numa comunidade. Diz-se que "um santo triste é um triste santo". Ghandi, o pacificador indiano reclamava dos cristãos que "pregam a ressurreição de Cristo e seu rosto carece do júbilo diante desse fato extraordinário". Que a nossa vida apresente desafios e lutas, frustrações, doenças, mortes não se pode negar. A fé, porém, é força que transporta montanhas, afirma o próprio Cristo, conforme o Evangelho de Mateus (17,20). Montanhas de tristeza, de desânimos, até de fracassos e pecados, igualmente".



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png