Indaial inicia vacinação em crianças de 5 a 11 anos

Foto: JOSÉ CRUZ/ AGÊNCIA BRASIL

A partir dessa terça-feira, dia 18 de janeiro, a Secretaria de Saúde de Indaial inicia a vacinação contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos. Segundo informações da Prefeitura de Indaial, o município recebeu na sexta-feira, dia 14, 390 doses da vacina Pfizer.

A vacinação ocorre no Pavilhão do Centro Esportivo Bernardo Pisetta, antigo Pame, localizado ao lado do Sais na rua Leoberto Leal, nº 115, no bairro Tapajós. O horário de atendimento será das 8h30min às 16h, de segunda a sexta-feira.

Neste primeiro momento, a vacinação será direcionada à faixa de cinco a 11 anos com deficiência permanente (física, mental, intelectual ou sensorial), portadores de comorbidades, indígenas, quilombolas, crianças que vivem em abrigos e lares com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19.

No dia da vacinação, os pais ou responsáveis devem apresentar um comprovante das deficiências permanentes e comorbidades, um documento com foto e que contenha o CPF da criança, cartão do SUS, além da carteira de vacinação.

Vale destacar que no Pame ocorre somente vacinação para crianças. Para os adultos, a vacinação continuará ocorrendo na Unidade de Saúde do Bairro Carijós, das 8h30min às 16h30min, de segunda a sexta-feira.

Mais informações podem ser obtidas através do contado da Secretaria de Saúde pelo (47) 3317 2120.


O que são consideradas deficiências permanentes e comorbidades


Deficiências Permanentes:

? Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas;

? Indivíduos com grande dificuldade ou capacidade de ouvir;

? Indivíduos com grande dificuldade ou capacidade de enxergar;

? Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc. 


 Comorbidades: 

? Diabetes Mellitus e doenças metabólicas hereditárias (doença de Gaucher, mucopolissacaridoses e outras);

? Doenças pulmonares crônicas (asma grave, fibrose cística, fibroses pulmonares, broncodisplasias); 

? Cardiopatias congênitas e adquiridas;

? Doença hepática crônica;

? Doença renal crônica;

? Doenças neurológicas crônicas (paralisia cerebral, doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular, deficiência neurológica grave);

? Imunossupressão congênita ou adquirida (incluindo HIV/Aids, câncer, transplantados de órgãos sólidos e medula óssea e pacientes em uso de terapia imunossupressora devido à doença crônica como doenças reumatológicas e doenças inflamatórias intestinais - Crohn e colite ulcerativa);

? Hemoglobinopatias (anemia falciforme e talassemia maior);

? Obesidade grave (IMC: escore Z>+3);

? Síndrome de Down.


jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png