Promoção à Saúde

Clarice Graupe Daronco
Foto: Divulgação

"O isolamento social, o medo em torno da Covid-19 e o luto foram fatores complicadores para a saúde mental da população, resultando em novos casos de depressão, ansiedade e outros distúrbios psicológicos, além do agravamento de pacientes já diagnosticados". Com essas palavras a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Timbó, enfermeira Andréia Jeanine Garcia Oss-emer (Coren/SC 519711) fala sobre os atendimentos prestados na área da saúde mental aos timboenses.

De acordo com Andréia, a Secretaria de Saúde através do Caps realizou durante o ano de 2021, diversas ações de saúde mental na comunidade timboense. "O grande papel do Caps é desempenhar ações de promoção à saúde, reabilitação psicossocial e atividades de prevenção. Essas atividades são de fundamental importância para aproximar a comunidade do trabalho desenvolvido".

De acordo com a profissional a equipe do Caps segue trabalhando em forma de plantão até o dia 14 de janeiro 2022, das 7 às 13h de segunda à sexta-feira. O intuito é dar suporte a saúde mental do município neste período, visto que o aumento de demanda é real, tanto de casos novos quanto de casos antigos que estavam estabilizados e agudizaram".

Andréia informa que em Timbó, no ano de 2020 o Caps teve uma média de 7.336 atendimentos, em 2021 o ano ainda não terminou e já foi registrado uma média de 7.761 atendimentos. "Em 2021 foram trabalhadas datas alusivas como: Janeiro Branco Mês de Conscientização sobre Saúde Mental e Emocional, a Luta antimanicomial; o Dia Mundial de Saúde Mental e o Setembro Amarelo mês de prevenção ao suicídio. Abordamos também os temas: preconceito; drogas; o que é CAPS e como procurar ajuda em situações de fragilidade mental. Estas ações continuam reverberando no município".

A profissional relata que "entre as ações realizadas podemos destacar: visita a 21 empresas com distribuição folders sobre prevenção ao suicídio, pedágio com distribuição de folders com a mesma temática, faixas fixadas na cidade, entrevista em rádios de Timbó, matérias nas redes sociais, apresentação na Câmara de Vereadores, produção de vídeo com conteúdos mobilizando a prevenção ao suicídio e a valorização da vida, a população pode conhecer melhor o serviço Caps, pode tirar dúvidas e interagir com a equipe e representante dos usuários".

Andréia afirma que "a população bem orientada a buscar o acompanhamento precoce, pode evitar que uma situação mais simples evolua a ponto de necessitar de uma intervenção de maior complexidade. Muitos dos casos não são perfil de Caps, mas a gente faz o acolhimento e faz um encaminhamento ao serviço necessário. Ainda há muito preconceito sobre o assunto, mas é fundamental identificar quando é hora de procurar ajuda".



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png