EDITORIAS

ASSINE

ANUNCIE


Síndrome de Takotsubo é estudada em Timbó

Clarice Graupe Daronco
Foto: Divulgação

"Caso raro de patologia cardíaca detectada no Centro Cardiológico em Timbó (Medicalcor) foi levado à Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, em São Paulo, por estudantes de medicina que estagiaram na clínica". A informação é do médico, proprietário da Medicalcor, doutor Melchior Moser.

Segundo o profissional "o trabalho foi complementado por outros médicos daquela Faculdade e apresentado no Congresso da Sociedade de Cardiologia do Rio Grande do Sul (SOCERGS). Reconhecido como importante e foi certificado".

O médico explica que "a Síndrome de Takotsubo (STT) manifesta-se como uma desordem no ventrículo esquerdo (VE) mimetizando um Infarto Agudo do Miocárdio (IAM). Porém, a STT é caracterizada por perda da função sistólica temporária. Normalmente associada a estresse emocional ou físico. Clinicamente, apresenta-se como dor torácica tipicamente anginosa, alterações eletrocardiográficas e de marcadores de necrose miocárdica. Dos diagnósticos de síndrome coronariana, a STT possui uma prevalência de apenas 2%, todavia é um acometimento que está ganhando destaque na literatura científica por se tratar de um tema que envolve muitos fatores predisponentes como idade, sexo e qualidade de vida".



 Ao fazer o estudo, destaca Melchior, o objetivo dos estudantes foi de relatar o caso de duas irmãs que tiveram o diagnóstico de Síndrome de Takotsubo. "O estudo foi realizado no município de Timbó, vinculado a Medicalcor Clínica do Coração através da análise de prontuário no período de janeiro a agosto de 2021 por meio de estágio realizado por uma das pesquisadoras. Os casos de Síndrome de Takotsubo serão identificados mediante a análise de prontuário eletrônico da instituição responsável".

O profissional afirma que entre os resultados esperados está "beneficiar estudantes da área da Saúde sobre a doença estudada, já que não é uma doença rotineira".

No Congresso a pesquisa denominada de "Síndrome de Takotsubo e predisposição genética: relato de caso de duas irmãs", foi apresentada pelos autores: Marcela Rodrigues da Cunha Alvarenga, Mariana Gomes de Oliveira Santos, Natália Ferrari, Melchior Moser e Flávia Quessada, como Tema Livre de Pôster onde receberam certificado.



jmv_transparente.png
Editora Jornal do Médio Vale
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855
Sobre o Jornal | Expediente | Assine | Anuncie
icon_facebook.png
icon_youtube.png